sábado, 28 de fevereiro de 2009

Fracos bem fortes...

“De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo.” - II Coríntios 12:9

Se existe algo que nós não suportamos mais do que a arrogância dos outros, será concerteza o reconhecimento das nossas fraquezas. Nós detestamos tanto fazê-lo, que inventamos formas de encobri-las.
O próprio apóstolo Paulo teve de ser confrontado com a sua própria fragilidade. Ele foi ferido consecutivamente por um "espinho na carne" (II Coríntios 12:7). Ele não menciona que espinho foi esse, mas o autor J. Oswald Sanders lembra-nos que o espinho "feriu, humilhou e enfraqueceu Paulo." Paulo pediu ao Senhor por três vezes que o retirasse dele, mas o seu pedido não foi atendido. Ele acabou por servir-se do espinho para se apoiar na suficiente graça de Deus. O Senhor prometeu-lhe: "A Minha graça te basta, porque o Meu poder se aperfeiçoa na fraqueza" (v.9).
Sanders apelida de "um processo educativo gradual" na vida do apóstolo, a corajosa decisão dele em "aceitar" a sua fraqueza, pondo a graça de Deus à prova. Sanders aponta para o fato de que Paulo deixou de olhar para o espinho como uma "ferida incapacitante", mas como um "benefício celestial". E o benefício era este: Quando se sentia fraco, ele era forte no Senhor.

Quando aceitamos as nossas fraquezas, podemos ser pessoas fracas, mas bem fortes, em Cristo.

► O PODER DE DEUS É MAIS VISÍVEL NAS NOSSAS FRAQUEZAS.

Que Deus os abençoe.

1 comentários:

PROFETIZANDO A PALAVRA

Parabéns pela mensagem, muito boa mesmo.
Que Deus continue te abennçoando e usando sua vida através deste.
Fica na Paz

Uilson Camilo